05/04/2016

Cofen e Coren-PA convidam para audiência sobre EaD na Enfermagem

Audiência pública será realizada na sexta-feira (8/4), a partir das 9h. Participe!

O Cofen e o Conselho Regional de Enfermagem do Pará (Coren-PA) convidam os profissionais, futuros profissionais, gestores e especialistas a participarem de audiência pública sobre o ensino técnico e a graduação a distância de Enfermagem, realizada na Assembleia Legislativa de Rondônia na sexta-feira (8/4),  a partir das 9h, no auditório Araguaia do Hotel Sagres (Av. Governador José Malcher, 2927, Belém/PA). A apresentação do panorama nacional e local dos cursos EaD será seguida de debate sobre os riscos à Saúde Coletiva e potenciais benefícios das tecnologias não-presenciais de ensino.

O Sistema Cofen/Conselhos Regionais entende que a modalidade de Ensino a Distancia é inadequada para a formação teórico-prática aos enfermeiros e técnicos de Enfermagem, que lidam diretamente com a vida humana. As 160 mil vagas, 75 mil das quais ociosas, oferecidas pelos cursos presenciais no Brasil já superam a demanda estudantil e são suficientes para atender as necessidades das políticas de Saúde. A modalidade EaD oferece mais de 58 mil vagas, 90% delas ociosas.

Mobilização Nacional contra a EaD – Audiências públicas vêm sendo realizadas em todo o Brasil com o objetivo de ampliar a discussão sobre a formação de profissionais de Enfermagem a distância e os riscos à Saúde Coletiva. Além do diálogo permanente com o Ministério da Educação (MEC), responsável pela autorização dos cursos, o Cofen atua no Congresso Nacional em defesa da formação presencial em Enfermagem. O conselho propôs o Projeto de Lei 2.891/2015, apresentado pelo deputado federal Orlando Silva (PCdoB/SP), que proíbe a formação de enfermeiros e técnicos de Enfermagem na modalidade EaD.

Fonte: Ascom - Cofen