28/05/2019

Cofen e MEC discutem formação EaD para Enfermagem

Reencontro pautou a qualidade na formação dos profissionais de Enfermagem

Reunião debateu o ensino a distância para profissionais de Enfermagem

Com o intuito de debater o ensino a distância para os profissionais de Enfermagem e a qualidade da formação, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) se reuniu com a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), no Ministério da Educação (MEC), na manhã desta terça-feira (28).

Representando o Cofen, a coordenadora da Câmara Técnica de Avaliação de Projetos Pedagógicos de Cursos de Graduação (MEC/Cofen), Dorisdaia Humerez, defendeu o ensino presencial para a Enfermagem e destacou a importância da parceria do Cofen com o MEC. “Essa parceria contribui com o nosso trabalho, podemos conhecer melhor como funciona os polos de EaD e, assim, mostrar as fragilidades e as potencialidades”, destacou.

Dorisdaia detalhou, ainda, o que o Cofen espera da formação dos profissionais e ressalta a falta de valorização profissional. “A Enfermagem usa a tecnologia no dia a dia, mas ainda assim, nós temos uma parte prática muito grande. Por isso, precisamos saber se o aluno que estuda a distância estará apto à atender a população de forma apropriada”, afirmou.

Encontro pautou também parceria entre o Cofen e o MEC

O secretário da Seres e representante do MEC, Ataídes Alves, demostrou interesse na parceria com Cofen. “Nós precisamos discutir a formação profissional em vários níveis, e entendo que o cuidado da Enfermagem possui uma essência diferente. Eu já fui cuidado pela Enfermagem, e ela está 24 horas ali”, observou Ataídes.

Além de Dorisdaia, o chefe do Departamento de Gestão do Exercício Profissional, Walkirio Almeida, e a procuradora geral, Tycianna Monte Alegre, representaram o Cofen na reunião.

Fonte: Ascom-Cofen