- Cofen – Conselho Federal de Enfermagem - http://www.cofen.gov.br -

Cofen institui Comissão Nacional de Enfermagem Forense

Antonio Coutinho é coordenador da Comissão Nacional de Enfermagem Forense

A Comissão Nacional de Enfermagem Forense foi criada pelo Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), por meio da Decisão Cofen nº 40/2019 [1]. O intuito é assessorar o plenário na elaboração de estudos, apresentação de ações e propostas, contribuindo para melhorar a assistência e a formação dos profissionais de Enfermagem na especialidade de Enfermagem Forense.

Antônio Coutinho, coordenador da Comissão e conselheiro federal do Cofen, destaca que a criação da comissão dará mais espaço ao profissional e será um fomento a Enfermagem Forense no Brasil. “Acredito que a Enfermagem Forense está em plena ascensão no Brasil, com isso, a comissão ajudará o Cofen a alinhar questões da especialização. Nos EUA e Europa, por exemplo, existem enfermeiros desenvolvendo um excelente trabalho nos casos de esclarecimentos de violência”.

A comissão conduzirá o Cofen para discussões sobre o tema, além de desenvolver um trabalho ouvindo os profissionais e a sociedade, dando suporte em relação às demandas que o enfermeiro possa ter em relação a prática forense.

A integrante da comissão, Irene Ferreira, explica que a Comissão de Enfermagem Forense vem a partir de criação de especialidade em Enfermagem ligada às ciências forenses. “O interesse por essa especialidade vem crescendo. Nossa motivação é realizar estudos e propor protocolos”, destacou.

A Associação Brasileira de Enfermeiros Forenses (ABEFORENSE) e a Sociedade Brasileira de Enfermeiros Forenses (SOBEF) são parceiros do Cofen e aproximam os profissionais atuantes na área.

Compõem a comissão os seguintes profissionais: Antônio Coutinho, Irene Ferreira, Jebson Medeiros, Zenaide Cavalcanti, presidente da ABEFORENSE, e Carmela Alencar, presidente da SOBEF.