17/11/2017

Coren-CE denuncia ao MPF irregularidades no transporte de pacientes

Conselho Regional de Enfermagem participou de audiência nesta quinta-feira (16/11), na sede do MPF

O Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (Coren-CE) ressaltou, em Audiência Pública no Ministério Público Federal, a necessidade de que enfermeiros acompanhem pacientes graves transferidos em ambulâncias. A audiência reuniu representantes da saúde para discutir a necessidade de regulação adequada de pacientes provenientes de municípios do interior do estado, conforme Portaria 2048 do Ministério da Saúde.

O gerente de Fiscalização do Coren-CE, Adailson Vieira,  ressaltou a necessidade de cumprimento da Lei do Exercício Profissional, em em reunião com o procurador da República, Fernando Antônio Lima. A lei determina que é privativo do Enfermeiro a assistência de Enfermagem a pacientes graves e com risco de vida. Neste caso, a regulação determina que a transferência em unidades móveis de transporte deveria acompanhada por enfermeiro em ambulâncias devidamente equipadas.

O problema tem se agravado no estado do Ceará e é teor de dezenas de denúncias no Coren-CE que já deu inicio a tramitação de Processos Administrativos de Fiscalização para resolução.  As diligências já tiveram inicio pela capital cearense.

Fonte: Coren - CE