26/01/2021

Coren-ES ressalta, em nota, imperativo da conduta ética em redes sociais

Profissional de Vitória foi denunciada ao Coren por desdenhar da vacinação

A Enfermagem é uma ciência e atua pela saúde e vida das pessoas

 

Mais de 217 mil brasileiros morreram em consequência da covid-19. No Espírito Santo foram registrados quase 5.700 óbitos, sendo mais de 60 entre profissionais de saúde.

Desde o início da pandemia, a Enfermagem é protagonista no combate ao coronavírus no mundo inteiro. Já são 11 meses de sofrimento e exaustão, cuidando e ajudando a salvar vidas. Nossa profissão é uma ciência, arte e uma prática social, indispensável à organização e ao funcionamento dos serviços de saúde e está fundamentada no respeito aos direitos humanos, o que inclui os direitos da pessoa à vida e à saúde, por exemplo.

Infelizmente, nesse final de semana, o que ganhou visibilidade na imprensa nacional e nas redes sociais foi a conduta de uma enfermeira de Vitória que desdenhou a vacina para conter a pandemia. Uma manifestação que gerou muita indignação entre os profissionais de Enfermagem e a sociedade.

O Coren-ES recebeu diversas denúncias contendo o material divulgado e, em cumprimento a suas prerrogativas e ao Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem (Resolução 564/2017), está adotando as medidas necessárias e cabíveis.

Esse episódio mostra que é preciso estar atento ao que é publicado nas mídias sociais. O comportamento ÉTICO é o melhor caminho para o crescimento do ser humano e da sociedade. Antes de fazer uma publicação, avalie se não irá impactar negativamente a vida e a saúde das pessoas. A Enfermagem tem um papel social e educativo que não pode ser esquecido.

É importante que a Enfermagem conheça a legislação que rege a profissão, especialmente o Código de Ética. Nele estão os direitos, deveres e proibições que precisam ser observados por auxiliares, técnicos e enfermeiros.

Clique AQUI e confira o Código de Ética, além de outras resoluções e normas.

Fonte: Coren-ES