11/12/2017

Coren-MT realiza Desagravo Público a enfermeiro ofendido por médicos

Enfermeiros, estudantes e autoridades públicas da região acompanharam o ato de Desagravo Público de Rodrigues Dornelles do Nascimento, realizada na Câmara dos Vereadores de Aripuanã

Sessão de desagravo foi realizada na Câmara dos Vereadores de Aripuanã

Na última terça-feira (5/12), no auditório da Câmara dos Vereadores de Aripuanã, enfermeiros, estudantes e autoridades públicas da região acompanharam o ato de Desagravo Público do enfermeiro Rodrigues Dornelles do Nascimento.

O profissional teve as suas prerrogativas violadas depois de ter sido ofendido pelos médicos Alcimar Bezerra Soares, José Everaldo Rodrigues Nascimento, Alice Mendes de Souza Neves Ludke e Renato Victor Rodrigues, quando  exercia suas atividades de Enfermagem no Hospital Municipal de Aripuanã. O caso resultou em abertura de Processo Administrativo Disciplinar pela Prefeitura Municipal de Aripuanã, situação que gerou mal-estar e grande constrangimento perante os colegas de trabalho. Após apuração das denúncias feitas pelos médicos, o enfermeiro foi considerado inocente.

Segundo o presidente do Coren-MT, Eleonor Raimundo da Silva, a solenidade é uma forma de demonstrar solidariedade ao enfermeiro. “A conduta dos médicos não só denigre a imagem do desagravado, como atenta contra todos os profissionais de Enfermagem e ataca a prática profissional da saúde. Além de desrespeitar os direitos do paciente e desacatar a instituição onde trabalha”.

O enfermeiro Rodrigo Dornelles agradeceu o apoio que recebeu do Coren-MT desde que denunciou o acontecimento. “Entendo que temos a obrigação de nos defendermos exatamente para dar o exemplo. Me sinto lisonjeado por ver os colegas juntos, encampando a minha luta. O que está acontecendo aqui mostra que, ao contrário do que alguns pregam, a Enfermagem ainda pode ser uma classe de profissionais unidos. E é assim que devemos nos portar diante de profissionais que queiram nos agredir verbalmente, devemos denunciá-los”.

Ao fim, o presidente do Coren-MT, que conduziu o desagravo, afirmou que o momento representava a força e a união para mostrar a capacidade da Enfermagem em se defender e defender a sociedade. “O que nos movimenta é o amor e cuidado aos nossos pacientes, temos que ter a democracia, à ética e à liberdade”, completou.

Desagravo Público: instrumento de defesa dos direitos – O Desagravo Público é uma medida do Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso em favor de um profissional da Enfermagem que tenha sido ofendido no exercício da profissão ou em razão dela. É um instrumento de defesa dos direitos e das prerrogativas dos profissionais de Enfermagem.

 

Fonte: Coren - MT