18/05/2018

Emoção marca 10 anos da reconstrução do Coren-RJ

Autarquia realizou solenidade para relembrar os momentos decisivos na reconstrução do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro

Sete Mulheres em comemoração aos 10 anos da Junta Interventora

O dia 15 de maio marca um dos movimentos mais importantes da história das lutas da Enfermagem fluminense, são 10 anos da Junta Interventora no Coren-RJ. A autarquia realizou uma emocionante solenidade para relembrar os momentos decisivos para a reconstrução do Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro. Em evento aberto à classe e amigos da Enfermagem no Centro de Estudos da Enfermagem Fluminense – Cecenf reuniram-se companheiros de longa data da assistência e da academia, estudantes e os históricos ativistas das causas da categoria. Lotando o auditório, elas estavam lá para prestar um tributo às Sete Mulheres da Junta Interventora, que ocuparam a mesa presidida pela presidente do Coren-RJ, Ana Lúcia Telles, que recebeu a deputada Enfermeira Rejane de Almeida.

Com direito a muitas recordações as homenageadas foram das lágrimas de emoção às gargalhadas com relatos que assombravam e outros engraçados por conta das situações surreais pelas quais passaram naqueles difíceis tempos em que a classe era feita refém. A coragem e amor à profissão levou as cinco enfermeiras e duas técnicas de Enfermagem a enfrentarem uma quadrilha que destruía o Coren-RJ. E foram bem-sucedidas!

Além delas foram agraciados o presidente do Cofen Manoel Neri (representado pela vice-presidente Nádia Ramalho), o ex-presidente do Coren-RJ, Pedro de Jesus Silva, a ex-vice-presidente da autarquia, Therezinha Nóbrega e a técnica e militante histórica da Enfermagem, Maria José Peixoto, a Zezé.

Uma deferência especial foi para Zilda Maria dos Santos, técnica de Enfermagem que criou o primeiro processo de transferência de leite materno das doadoras de uma favela da Penha, Zona Norte do Rio, para auxiliar bebês em UTIs neonatal da cidade. Nesta luta contra a mortalidade infantil, Zilda e suas colaboradoras já ajudaram a salvar dezenas de vidas.

Confira vídeo sobre o trabalho de Zilda.

Fonte: Coren-RJ