12/09/2019

13 de setembro tem audiência pública para aprovar PLs de combate à Sepse

Audiência tratará sobre 2 PLs que combatem a síndrome que atinge mais de 670 mil brasileiros todos os anos

13 de setembro é o Dia Mundial da Sespe e o Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS) convida a todos para mais uma importante ação no Combate à Sepse, a síndrome que atinge mais de 670 mil brasileiros todos os anos, levando a óbito 50% dos casos admitidos nas Unidades de Terapia Intensiva do Brasil.

No dia 13 de setembro, às 10h, haverá Audiência Pública sobre o Programa de Prevenção e Tratamento da Sepse, que tem como objetivo apresentar dois Projetos de Lei do vereador Aurélio Nomura (PSDB):

Projeto de Lei 665/2018 – Que dispõe sobre a adoção de programa de prevenção à sepse e de protocolo de diagnóstico e tratamento por hospitais, clínicas e unidades de saúde, públicos e privados, que prestem serviços de saúde no âmbito SUS, no Município de São Paulo.

Projeto de Lei 664/2018  – Que inclui o Dia da Sepse, a ser realizado em 13 de setembro, no Calendário Oficial de Eventos no Município de São Paulo.

“Esse é um importante momento em nossa cidade para conscientização da sepse, não só em São Paulo, mas no país. O cenário da síndrome no Brasil merece atenção e ações. A taxa de mortalidade em UTIs do Brasil entre pacientes que são admitidos em unidades de terapia intensiva supera os 50% dos casos, enquanto a mortalidade em países desenvolvidos e mesmo em alguns dos melhores hospitais nacionais pode ser de 15-20%”, diz o Professor do Departamento de Medicina/Disciplina de Infectologia, Escola Paulista de Medicina, UNIFESP, membro do Conselho do ILAS, Reinaldo Salomão.

Todos os anos, o ILAS promove ações de conscientização junto à população e aos profissionais de saúde sobre a síndrome que é uma das principais causas de morte no país. [fm1]

“Apesar desses números, a SEPSE ainda continua sendo relativamente desconhecida pelo público leigo e pelos profissionais de saúde. Por isso a importância de campanhas de conscientização junto aos diferentes públicos”, diz o médico intensivista Luciano Azevedo, presidente do ILAS.

Sobre a Sepse – A Sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção. O sistema de defesa do paciente, na tentativa de combatê-la, provoca em todo o organismo uma resposta que pode comprometer o funcionamento de vários dos órgãos do paciente, ocasionar a síndrome conhecida como falência múltipla de órgãos e levá-lo a morte. As possíveis razões da alta mortalidade de pacientes com sepse no Brasil incluem: sistema de saúde com deficiências, falta de reconhecimento da doença pelos profissionais de saúde e a demora da população em procurar atendimento médico por falta de conhecimento do público leigo sobre a SEPSE.

Confira mais informações sobre o Dia Mundial da Sepse.

Fonte: ILAS – Instituto Latino Americano de Sepse