21/12/2015

Assistência à Enfermagem na palma da mão: Conheça app desenvolvido no Amazonas

Segundo o orientador do projeto, Prof. Dr. David Lopes Neto, a Dissertação de mestrado da EEM/UFAM ficou em terceiro lugar na FIAM 2015 e receberá financiamento da FAPEAM para desenvolvimento do Software iNurse de SAE.

A ferramenta deve contribuir na qualidade no trabalho, segurança para o paciente, melhoria dos níveis de formação e competência profissionalAPRESENTAcaO-SAE-1024x636

Um aplicativo desenvolvido por pesquisadores do Amazonas com apoio do governo do Estado via Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) auxiliará no atendimento realizado por enfermeiros nos hospitais e ambulatórios da rede pública no Amazonas. Intitulado “Sistematização de Assistência à Enfermagem (SAE)”, no aplicativo, desenvolvido nas plataformas Mobile e Web, será possível planejar todo o processo de enfermagem composto por histórico, diagnóstico, planejamento e intervenções para padronizar as informações e garantir mais segurança e excelência na prestação do serviço aos pacientes.

App agilizará atendimentos de enfermeiros no Amazonas

De acordo com Elielza Guerreiro (à dir.), o app oferecerá, entre outros, a redução de tempo no registro do Processo de Enfermagem (PE) e redução de erros nos enunciados diagnósticos. (Foto: Érico Xavier / Ag. Fapeam)

O aplicativo deve estar pronto até Dezembro de 2016. De acordo com uma das idealizadoras do projeto de pesquisa para desenvolvimento do aplicativo, Elielza Guerreiro, o app oferecerá diversas vantagens para enfermeiros.  Entre elas, a redução de tempo no registro do Processo de Enfermagem (PE) e redução de erros nos enunciados diagnósticos.

“O projeto vai atuar com os cuidados de enfermagem na prática clínica dentro dos hospitais e ambulatórios de saúde. O aplicativo planeja o processo de enfermagem composto como histórico de enfermagem, diagnósticos de enfermagem, planejamento, intervenções de enfermagem, e avaliação da resposta do paciente frente às implementações de cuidados durante 24 horas”, disse Guerreiro.

Atualmente, todo processo é feito manualmente. Com o app, a ideia é garantir a mobilidade e padronização das informações dentro do ambiente profissional da saúde, além da excelência na prestação de serviço para o paciente e seus familiares.

“A tecnologia vem avançando muito na área da saúde. Os benefícios dessa ferramenta são a qualidade da assistência de enfermagem, cuidado direto ao pacientes, rapidez no atendimento. Ao invés de escrevermos algo, só marcaremos no check list do aplicativo, garantindo agilidade, segurança e qualidade”, disse a pesquisadora.

Doutoranda em Enfermagem com enfoque em Sistematização da Assistência de Enfermagem, ela explicou que o aplicativo surgiu a partir de uma resolução do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) que prevê medidas para suprir a lacuna existente no mercado de softwares.

“Existe em outros países um aplicativo em que o enfermeiro faz o processo de enfermagem ao lado do leito. Para nós ainda é uma novidade e estamos buscando alcançar. O que todo profissional da saúde quer é avaliar o paciente da maneira mais rápida e segura, utilizando a tecnologia, com um tablet ou smartphone, reunindo os principais sintomas que levaram aquele paciente ao hospital”, disse Elielza Guerreiro.

Inovação

App agilizará atendimentos de enfermeiros no Amazonas

No primeiro momento, app será desenvolvido para plataforma Android.

O SAE é um dos 40 projetos aprovados no âmbito do Programa Sinapse da Inovação. Fruto da parceria firmada entre a Fapeam com a Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), que visa transformar os resultados de projetos de pesquisa de universidades e instituições de ciência, tecnologia e inovação em produtos inovadores competitivos, além de fortalecer o empreendedorismo inovador.

A ideia de criar o aplicativo surgiu ainda no mestrado de Guerreiro. Com ajuda do filho, Jander Cavalcanti, que tem licenciatura em Informática, e submeteu o projeto ao programa Sinapse da Inovação está sendo possível transformar a ideia em algo que vai beneficiar a sociedade.

Responsável pela parte técnica do aplicativo, Cavalcanti, explica que neste primeiro momento a ideia e trabalhar com a plataforma android, por ser a mais utilizada no mundo.  Para ele, as atividades e reuniões realizadas pelo Sinapse foram importantes para ensiná-los a como empreender. “Temos que agradecer muito a Fapeam e ao Estado por essa oportunidade. A instituição nos ajudou muito na parte técnica desse projeto de pesquisa”, disse Cavalcanti.

Sobre o Sinapse da Inovação

O Programa é uma realização do governo do Estado, via Fapeam, em parceria com a Fundação Certi, com o objetivo de apoiar 40 propostas inovadoras de estudantes, pesquisadores, professores e profissionais dos diferentes setores do conhecimento e econômicos com recursos na ordem de R$ 50 mil para o desenvolvimento de negócios e/ou produtos de sucesso.

Fonte: Esterffany Martins – Agência Fapeam