30/07/2020

Caso único, Brasil passa de 200 mortes de grávidas e puérperas por Covid-19

Estudo mostra que 22,6% das mulheres mortas no país não tiveram acesso a um leito de UTI

Patrícia Albuquerque, 38, de Colíder (MT), morreu no último sábado (25) sem conhecer a filha, Ana Beatriz, conta Cláudia Colluci, hoje na Folha de S. Paulo. A menina nasceu com 34 semanas de gestação há pouco mais de um mês, quando a mãe foi internada num hospital de Goiânia (GO) por complicações da covid-19.

A estudante de psicologia Patydan Castro, 34, de Rio Branco (AC), estava grávida de seis meses ao ser intubada em 12 junho também com a forma grave da infecção. O bebê morreu três dias depois, após o parto na UTI onde a mãe estava em coma induzido. Ela se foi depois de oito dias.

Os casos se somam aos de outras 201 mulheres que morreram nos últimos meses na gestação ou no pós-parto após diagnóstico de covid-19. Ao todo, são ao menos 1.860 casos da doença notificados nesse grupo de mulheres no país até o último dia 14 de julho. Leia, na íntegra, reportagem da Folha.