03/08/2021

Cofen e CAPES articulam novo acordo para apoio ao Mestrado Profissional

Equipe técnica das instituições se reuniram para definir critérios da nova parceria que será lançada em 2022

Novo acordo com a oferta de 500 vagas para mestrado profissional está em discussão entre o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/MEC). A Comissão de Programa de Pós-graduação Stricto Sensu do Cofen se reuniu na tarde desta quinta-feira (29) com a diretora de Programas e Bolsas no País (DPB) da CAPES/MEC, Zena Martins, e com coordenadores para discutir a ampliação da parceria.

As entidades pretendem lançar, em 2022, um novo programa de mestrado profissional em Enfermagem, 100% financiado pelo Cofen, para formação de enfermeiros de alto nível na área de Enfermagem. “A qualificação desses profissionais para atuação no mercado de trabalho atenderá a demandas sociais e profissionais da Enfermagem, destacou Mirna Frota, representante do Cofen.

Zena Martins reforçou a importância da parceria institucional Cofen/Capes, que viabiliza um importante Acordo de Cooperação de fomento a mestrado profissional do Brasil. “O acordo reforça o desenvolvimento da formação de recursos humanos de alto nível e a melhoria dos processos de trabalho, com impacto direto na prática profissional, uma vez que promove a formação de enfermeiros em regiões desprovidas de programas de pós-graduação Stricto Sensu”, afirmou.

O coordenador-geral de Programas Estratégicos da CAPES, Júlio Siqueira, destacou pioneirismo do Cofen ao lançar um programa de mestrado profissional em larga escala, inaugurando uma nova etapa de relacionamento com os conselhos de profissões regulamentadas. O atual acordo entre o Cofen e a CAPES/MEC financia 500 vagas para mestrado profissional. Egressos das primeiras turmas já estão implementando e publicando resultados de seus trabalhos, com impacto em sua atuação e na rede de assistência.

“A boa formação é essencial para a qualidade da assistência e valorização da Enfermagem. Com o mestrado, buscamos suprir a carência de mão-de-obra qualificada existente no mercado de trabalho, uma vez que estamos oportunizando a titulação de trabalhadores de Enfermagem em nível de mestrado profissional”, explica a presidente do Cofen, Betânia Santos.

Neyson Freire, fiscal do acordo no Cofen, explica que a proposta para a nova parceria visa a oferta de 500 novas vagas em três editais, com inserção de novas linhas de pesquisa, a exemplo da Enfermagem de Práticas Avançadas. “Buscamos suprir a crescente demanda de enfermeiros assistenciais da rede de atenção à saúde existentes no País, principalmente nas regiões norte e centro-oeste, devido à baixa cobertura de programas de mestrado profissional”, destacou.

Fonte: Ascom - Cofen