26/10/2020

Cofen homenageia enfermeiro Ronaldo Beserra

Resolução dá à sede do Cofen do nome do conselheiro federal Ronaldo Beserra, vítima da pandemia

Homenagem é reconhecimento das contribuições do enfermeiro para a profissão

O plenário do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) aprovou resolução que denomina a sede, em Brasília, como “Enfermeiro Ronaldo Beserra”, em homenagem ao conselheiro federal vítima da covid-19. A decisão é um reconhecimento da importância de Ronaldo Beserra na luta em defesa do SUS, do exercício legal e ético da profissão, e da sua trajetória nos Conselhos de Enfermagem.

“A força de seu nome e sua trajetória certamente influenciará, como exemplo, hoje, amanhã, e sempre, os passos e caminhos a serem trilhados pela Enfermagem brasileira e pelo Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem”, afirma a resolução.

Ronaldo Beserra – Nascido no sertão paraibano, Ronaldo iniciou sua vida profissional em 1986, como auxiliar de Enfermagem, formando-se técnico e, posteriormente, enfermeiro. Era Capitão da Polícia Militar da Paraíba (Quadro da Saúde) e sempre atuou nos Sistema Único de Saúde (SUS), sendo concursado em dois hospitais. Cursou pós-graduações em Terapia Intensiva, em Urgência/Emergência e mestrado em Terapia Intensiva. Fazia doutorado em Terapia Intensiva.

Sua trajetória no Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem remonta a 1990, quando foi eleito conselheiro pela primeira vez. Foi o primeiro técnico de Enfermagem a ocupar o cargo de tesoureiro do Coren/PB, após autorização do Cofen, pois na época os profissionais do quadro II não ocupavam cargos da diretoria. Foi presidente do Coren-PB por duas gestões (2012-2014 e 2014-2017). Em 2018, foi eleito conselheiro federal. Coordenava a Comissão Nacional de Residência em Enfermagem) e era membro da Comissão Nacional de Profissionais de Enfermagem Militar).

Fonte: Ascom - Cofen