21/11/2022

Cofen marca presença no maior congresso de saúde coletiva do país

Abrascão de 2022 debate equidade, diversidade e democracia no acesso à saúde

A presidente do Coren-BA representou o Cofen na abertura do evento

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) marca presença na 13ª edição do Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva – Abrascão 2022, que acontece de 19 a 24 de novembro, no Centro de Convenções de Salvador. Sob o tema “Saúde é Democracia: diversidade, equidade e justiça social”, o evento reúne mais de 5 mil participantes, entre pesquisadores nacionais e internacionais, docentes, profissionais de saúde e estudantes.

A presidente do Conselho Regional da Bahia (Coren-BA), Giszele Paixão, representou o Cofen na abertura do evento e destacou a importância da união de todos para garantir a saúde brasileira. “Somos parte do mesmo sistema, do mesmo audacioso projeto democrático de garantir saúde para cada brasileiro. Estamos aqui reunidos para pensar e debater, unidos pelo mesmo sonho”, afirma.

No discurso, Giszele também apresentou os dados da pesquisa “Práticas de Enfermagem no Contexto da Atenção Primária à Saúde”, realizada pela Universidade de Brasília, por iniciativa do Cofen. A pesquisa apresenta de forma detalhada informações sobre o perfil dos profissionais de Enfermagem e “um mapa do ponto em que nós estamos, para não retroceder”.

Além disso, foi ressaltada a luta da categoria pelo piso salarial, convidando os presentes a voltarem o olhar para a maior categoria de saúde do Brasil .“Não se faz saúde no Brasil, e em nenhum lugar do mundo, sem recursos humanos. As equipes de Enfermagem representam mais da metade dos profissionais no Brasil, 85% são mulheres, que também exercem, em suas famílias, um papel de cuidado. Essa luta tem gênero, tem classe e tem a cor da população brasileira”, diz.

Para a presidente da Abrasco, Rosana Onocko, a realização do congresso acontece em um ano importante para o futuro político do país. “Este é um momento histórico para a Saúde Coletiva, de reencontro e de reafirmação dos nossos pactos em defesa da vida, do SUS e da Democracia brasileira!”, conclui.

Fonte: Ascom - Cofen