02/09/2021

Cofen recebe selo do Programa de Prevenção à Corrupção do TCU

Selo foi conferido após participação em pesquisa, e representa o cumprimento das exigências de transparência e de combate à corrupção exigidas pelo TCU

Após participação na pesquisa do sistema e-Prevenção do Tribunal de Contas da União (TCU), o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) recebeu o selo do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC) como reconhecimento pelo cumprimento das recomendações de transparência exigidas. Na avaliação realizada pelo TCU, o Cofen obteve atestado de organização com índice aprimorado de mecanismos de combate à fraude e à corrupção.

Selo do Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC)

A pesquisa, que verifica o nível de proteção das organizações contra atos de corrupção, é composta por uma série de questões, que necessitam comprovação através do envio de evidências. Ao fim do processo, o diagnóstico disponibilizado pelo TCU também constatou a adoção por parte do Cofen de práticas necessárias para a redução de fragilidades e para o alcance do nível de segurança desejável nas tomadas de decisões.

Para Betânia Santos, presidente do Cofen, a entrega do selo e a boa avaliação da autarquia são resultados dos esforços do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem em assegurar o alinhamento aos referenciais de transparência do tribunal. “Continuaremos a pautar nossas ações pelo respeito aos princípios que regem a integridade na gestão pública, adotando medidas que garantam o alto nível de prevenção à corrupção “, afirma.

Transparência – Nos últimos anos, o Cofen tem realizado uma série de ações para garantir a confiabilidade na execução de seus trabalhos. Dentre os destaques, está o lançamento da página de acesso à informação, bem como a janela de transparência das eleições, que busca apresentar os laudos técnicos comprobatórios e detalhados dos testes e análises de auditoria. Outra iniciativa é a padronização da prestação de contas ao TCU dentro do Sistema Cofen/Conselhos Regionais, por meio de um único relatório unificado, igualando análises e entendimentos entre os conselhos.

e-Prevenção – Lançado em abril, o sistema fornece auxílio para que gestores possam implantar práticas que fortaleçam a integridade da organização, oferecendo diagnóstico e um plano de ação específico para a adoção das medidas necessárias. O e-Prevenção apoia a instituição de práticas de combate à fraude e à corrupção dentro das mais de 18 mil organizações federais, estaduais e municipais, dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. As ações são contempladas no Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC) e adotadas internacionalmente.

Fonte: Ascom - Cofen