26/05/2020

Com sintomas da Covid-19, médica é orientada a dar plantão em hospital do DF

O caso aconteceu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), no Distrito Federal

Em conversa por mensagens, a médica disse que poderia apresentar risco aos colegas, mas a determinação foi mantida pelo chefe da UTI. Foto: Reprodução G1

Uma médica que trabalha na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional da Asa Norte (Hran), no Distrito Federal, foi orientada a trabalhar em um plantão, mesmo com sintomas de coronavírus, na última sexta-feira (22). A unidade é referência nos casos de Covid-19 no DF.

A ordem partiu do chefe da UTI, Vitor Bittencourt, nomeado para o cargo há pouco mais de duas semanas. Em conversa por mensagens, ela disse que poderia apresentar risco aos colegas, mas a determinação foi mantida. No sábado (23), seu teste deu positivo para o coronavírus.

“Qualquer coisa, no plantão da semana que vem, você não vem. Mas, hoje, não tem mais horário para achar substituto pra você”, disse Bittencourt à médica plantonista.

A Secretaria de Saúde informou ao portal G1 que o último plantão da médica foi na sexta-feira (22) e que, nesse dia, seu quadro clínico era “bom” e “não havia sido realizado nenhum exame”.

De acordo com a pasta, a médica foi afastada das atividades no hospital desde o teste positivo.

Fonte: Brasil 247