11/06/2019

Conatenf em Ação visita escolas no Espirito Santo e Rio Grande do Sul

Projeto pretende esclarecer as funções do Sistema Cofen/Conselhos Regionais nas instituições de formação técnica em Enfermagem

Projeto visitas escolas técnicas de Enfermagem

O “Conatenf em Ação”, projeto da Comissão Nacional de Técnicos de Enfermagem (Conatenf), visitou os estados do Rio Grande do Sul, de 3 a 5 e o Espírito Santo, de 5 a 7 de junho. O projeto realizou encontros em escolas de formação técnica em Enfermagem.

A iniciativa tem o objetivo de aproximar e esclarecer as funções do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem para coordenadores de curso e alunos em formação. O Conatenf em Ação dá a oportunidade para que o futuro profissional conheça o conselho e suas atribuições. Com tempo limitado, o projeto teve início em março e permanece até outubro deste ano.

Em Porto Alegre as visitas foram lideradas por membros da Conatenf, pela técnica de Enfermagem Bianca Carla, pela conselheira  Nilza Lourenço, pela coordenadora do Departamento de Fiscalização (Defisc) do Coren-RS, Cláudia Mastrascusa, e pelo coordenador adjunto do Defisc, Lúcio de Camargo. As escolas de Enfermagem visitadas foram o Senac Saúde, ACM e Factum. Mais de 250 estudantes participaram da ação.

Já no Espírito Santo, os membros do Conatenf Paulo Murilo, Ana Cláudia Santos, Adriano Araújo e Rosângela Fernandes visitaram as escolas Lusidas, Senac e Grau Técnico. Os conselheiros Adelson Ruge da Silva e Rosane Baptista Aleixo, do Coren-ES, também participaram das atividades.

“Os encontros proporcionaram boas discussões acerca da importância do trabalho de auxiliares e técnicos de Enfermagem dentro das instituições de saúde e no cuidado humanizado aos usuários”, afirmou Cláudia.

A Enfermagem representa 60% da força de trabalho entre os profissionais de saúde no Brasil. E, nesse cenário, auxiliares e técnicos de Enfermagem são a maioria.

Sobre a Conatenf – Desde 2015, quando o Cofen aprovou a criação da Comissão Nacional de Técnicos de Enfermagem, o grupo passou a atuar como porta-voz do nível médio na autarquia. Com caráter permanente, a comissão possui função propositiva e consultiva, aprimorando a interlocução com auxiliares e técnicos de Enfermagem.

Fonte: Ascom - Cofen com informações do Coren-RS