01/11/2019

Congresso de Enfermagem Obstétrica reúne quase 2 mil congressistas

Com apoio do Cofen, evento acontece até 2 de novembro no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió

A cerimônia contou com a participação de diversas autoridades da Saúde

Com abertura na noite da última quarta-feira (30), o 11º Congresso Brasileiro de Enfermagem Obstétrica e Neonatal (Cobeon) lotou o auditório do Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió. O vídeo da campanha Nursing Now Brasil, exibido no início da solenidade, emocionou os presentes, que aplaudiram em peso a iniciativa. O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) é um dos apoiadores do evento e também conta com estande próprio onde os estudantes e profissionais podem saber mais sobre as campanhas e programas em andamento, além de viverem a experiência em realidade virtual com a exposição “Quando nasce uma heroína”, produção do Cofen premiada internacionalmente.

A cerimônia contou com a participação de autoridades da Saúde, como o secretário estadual Alexandre Ayres, que representou o governador do estado. “Quero agradecer ao presidente do Conselho Regional de Alagoas (Coren-AL) por me apresentar o modelo de assistência do Hospital Sofia Feldman. Com a ajuda dele instalamos um modelo parecido no Hospital da Mulher, que será, em breve, referência do parto humanizado”, afirmou o secretário, que confirmou presença no próximo Cobeon para apresentar os resultados do hospital.

Com a temática “A Enfermagem Obstétrica e sua contribuição para a sustentabilidade do SUS: protagonismo social e cuidado qualificado”, o Cobeon pretende reunir, de 30/10 a 2/11, cerca de 2 mil estudantes, profissionais da Enfermagem e de outras áreas da saúde, pesquisadores, gestores e formuladores de políticas públicas, integrantes de movimentos afiliados da área da saúde e de outras áreas, interessados em atualizar seus conhecimentos e discutir temáticas essenciais para a qualificação do cuidado às mulheres, aos recém-nascidos e às famílias.

A representante do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e membro da Comissão de Saúde da Mulher do Cofen, Fátima Sampaio, ressaltou que a Enfermagem vem buscando, cada vez mais, atuar com autonomia em qualquer campo de atividade, mas em especial na Enfermagem obstétrica.

Congressistas no estande do Cofen

“Em nome do Cofen, quero agradecer a parceria com a Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiros Obstetras (Abenfo), por esse trabalho de integração de profissionais capacitados à assistência da Enfermagem na área da obstetrícia. O Conselho Federal reconhece que é um trabalho que vem sendo construído através de uma rede de cuidados em que os conselhos regionais e as seccionais regionais da Abenfo têm feito parcerias para avançar na qualificação dos profissionais”, destacou a representante do Cofen.

O presidente do Coren-AL destacou a importância do evento que vai discutir a assistência, além da politização da enfermagem.“Estamos passando por um momento obscuro no País, que lutamos não por novas conquistas, mas para manutenção dos direitos que já temos”, afirmou Renné Costa.

A presidente da Abenfo, Kleyde Ventura, e a presidente da seccional Alagoas, Maria Elisângela, agradeceram as parcerias dos Conselhos Federal e Regional. O presidente da Associação Brasileira de Enfermagem, seção Alagoas, James Farley e a presidente da sociedade brasileira de enfermeiros pediatras destacaram a importância da qualificação.

Também estiveram no evento a reitora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Valeria Correia; a vice-diretora da Escola de Enfermagem da Ufal, Maria Cícera dos Santos; a representante assistente do Fundo de População das Nações Unidas, Júnia Valéria; a coordenadora da Unidade de Família, Gênero e Curso de Vida da Organização Pan-Americana de Saúde e Organização Mundial da Saúde, Haydée Padilha; o diretor da defesa profissional da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, Juvenal Borriello; a membro do colegiado da Rede pela Humanização do Parto e Nascimento, Cíntia Santos; a pedagoga do Coletivo Feminista Classista, Ana Montenegro.

Fonte: Ascom - Cofen (com informações do Coren-AL)