24/11/2021

Coren-BA realiza o 9º Encontro Baiano de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem

Encontro, com ampla programação, contou com mais de mil inscritos

Presidente interino do Coren-BA destacou a importância das atividades com foco na capacitação

O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) realizou, nesta terça-feira (23/11), o 9º Encontro Baiano de Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (EBATE). Com mais de mil inscritos, entre profissionais e estudantes, o evento aconteceu de forma híbrida, nas modalidades presencial e online, com a realização de palestras e cursos.

“A realização deste encontro, com ampla programação, é uma oportunidade para que estudantes e profissionais possam absorver um conteúdo único com grandes expertises da Enfermagem. Com isso, pretendemos potencializar a qualificação dos profissionais, para que possam se destacar no mercado de trabalho com foco no cuidado e acolhimento da saúde da nossa população”, destacou Holmes, ao informar que vai acompanhar direto do senado federal a votação do Projeto de Lei 2564, que institui o piso salarial nacional dos profissionais de Enfermagem. “Vamos cobrar dos senadores a aprovação deste importante projeto que vai impactar diretamente na valorização de toda a categoria”, disse.

Presente à solenidade de abertura, o médico Fábio Villas Boas, ex-secretário de saúde do estado da Bahia, defendeu a aprovação do piso salarial da Enfermagem. “Esta é uma categoria que sofre por desvalorização por causa da baixa remuneração praticada no mercado”, disse ao acrescentar que defende que o estado oferte mais vagas de primeiro emprego para dar oportunidades aos mais jovens. “A formação no campo da Enfermagem é superior à capacidade de absorção do mercado de trabalho”, completou.

A técnica de Enfermagem Roseli Oliveira, especialista em saúde coletiva e saúde pública, abordou o tema principal do encontro: “O protagonismo dos auxiliares e técnicos de Enfermagem nas políticas de saúde”. De acordo com Roseli, os auxiliares e técnicos de Enfermagem devem investir em conhecimento científico, para se destacarem na profissão. “A gente precisa sair da passividade e dizer à sociedade sobre a nossa importância, lutar pelos nossos direitos e pela nossa dignidade. Precisamos também abandonar a cultura da subordinação e participar de formulações e decisões”, disse.

O encontro contou com cursos ministrados pelos enfermeiros Monalisa Viana, Iranildo Ribeiro, Vanessa Paes e Alan Silva, além da palestra da técnica de Enfermagem Josenira Nascimento, que abordou o tema “A politização dos auxiliares e técnicos de Enfermagem”.

Também participaram do 9º EBATE a coordenadora pedagógica da Escola de Ensino Técnico Irmã Sheila, Milene Mercês e o diretor do Sindicato dos trabalhadores federais em saúde, trabalho e previdência no estado da Bahia (Sindprev-BA), Valdemir da Silva. O evento contou com todos os cuidados e protocolos específicos, devido a pandemia da Covid-19.

Fonte: Coren-BA