19/04/2018

Defesa do SUS marca posse da nova gestão do Cofen

Presidente reeleito convocou cada conselhos de Enfermagem a "atuar como uma trincheira de resistência ao desmonte do SUS".

Novo plenário do Cofen (2018-2021)

A defesa do Sistema Único de Saúde e da democratização marcou a cerimônia de posse do novo plenário do Conselho Federal de Enfermagem (Gestão 2018-2021), realizada nesta noite (19/4), em Brasília. Com presença de dirigentes de todos os Conselhos Regionais, gestores e presidentes das principais entidades da profissão, o evento demonstrou a união da Enfermagem brasileira.

Presidente reeleito por unanimidade, Manoel Neri emocionou ao relembrar sua trajetória desde a infância em vila rural de Porto Velho/RO até converter-se na principal liderança do processo de abertura e democratização dos conselhos de Enfermagem. Por sua história, Neri foi homenageado pela vice-presidente Irene Ferreira, que se despede do plenário.

A defesa do Sistema Único de Saúde é um compromisso da Enfermagem, ressaltou Neri, convidando cada conselho regional a “atuar como uma trincheira de resistência ao desmonte do SUS”. “O SUS é patrimônio do povo brasileiro, que precisa ser defendido e ampliado”,  afirmou, sob aplausos. Ataques ao SUS afetam diretamente a Enfermagem, que responde por mais da metade dos recursos humanos em Saúde.

Neri ressaltou o compromisso da Enfermagem com o SUS

“O que está em jogo é o processo democrático no nosso país. Estamos vivendo uma retirada de direitos sem precedentes”, afirmou a deputada estadual Enfermeira Rejane, ressaltando que a reforma trabalhista que atinge em cheio os profissionais de Saúde. Enfermeira e vereadora da primeira capital do Brasil, Aladilce destacou o impacto da Emenda Constitucional 95/2016, que congela por 20 anos os investimentos em Saúde e Educação.

Na solenidade, a Associação Brasileira de Terapia Intensiva (Sobrati) realizou a entrega do título de doutor honoris causas ao presidente Manoel Neri e ao conselheiro federal eleito Ronaldo Beserra.

Novo plenário – O novo plenário, empossado nesta noite, é composto por profissionais de todas as regiões brasileiras e que atuam em diversas áreas da Enfermagem. Defende o legado de resgate da imagem institucional construído nos últimos anos, e traz propostas de ações no campo da fiscalização, apoio aos Conselhos Regionais, aprimoramento técnico-científico, responsabilidade social, pesquisa e formação em Enfermagem.

CONSELHEIROS EFETIVOS: Antônio José Coutinho de Jesus – ES; Antônio Marcos Freire Gomes – PA; Gilney Guerra de Medeiros – DF; Gilvan Brolini – RR; Lauro Cesar de Morais – PI; Luciano da Silva – SP; Manoel Carlos Neri da Silva – RO; Maria Luísa de Castro Almeida – BA; Nádia Mattos Ramalho – RJ

CONSELHEIROS SUPLENTES: Heloisa Helena Oliveira da Silva – RN; Jose Adailton Cruz Pereira – AC; Marcia Anésia Coelho Marques dos Santos – TO; Osvaldo Albuquerque Sousa Filho – CE; Ronaldo Miguel Beserra – PB; Rosangela Gomes Schneider – RS; Valdelise Elvas Pinheiro – AM; Waldenira Santos Fonseca – AP; Wilton José Patrício – ES

Conheça a nova diretoria: 

MANOEL CARLOS NERI DA SILVA
Natural de Porto Velho/RO, tem bacharelado e licenciatura em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR), e especialização em Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável. Quando estudante, exerceu os cargos de diretor do Centro Acadêmico de Enfermagem e presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE/Unir). Foi docente da Universidade Federal de Rondônia, de 1997 a 2004, e da Faculdade São Lucas, de 1999 a 2006. Trabalhou como enfermeiro assistencial no Hospital/Pronto-socorro João Paulo II, no Hospital de Base Ary Pinheiro e na Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho, quando assumiu o cargo de secretário adjunto municipal de saúde. Foi presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia na gestão 2000/2004. Presidiu o Instituto de Previdência e Assistência Municipal de Porto Velho de 2005 a 2007 e foi membro do Conselho Estadual de Saúde de Rondônia por cinco anos. Exerceu a Presidência do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) no período de outubro de 2007 a abril de 2012. Atualmente, é enfermeiro da Secretaria de Estado da Saúde de Rondônia (Sesau) e presidente do Conselho Federal de Enfermagem, gestão 2015/2018.

Vice-presidente – NADIA MATTOS RAMALHO
É graduada em Enfermagem pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (1983) e especialista Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Fiocruz (2002). Tem MBA em Gestão em Saúde na Universidade Cândido Mendes-FJG. Atuou como enfermeira oncológica e supervisora geral do Hospital Central do Exército – Ministério da Defesa (1984-1999). Como enfermeira da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, coordenou programas no Centro Municipal de Saúde Américo Veloso Área de Planejamento e foi responsável pela implementação de programas no Complexo da Maré e Alemão (1986-2001). Foi diretora do Sindicato dos Enfermeiros – SINDENF- RJ na gestão 1999/2002. Foi diretora do Centro Municipal de Saúde João Barros Barreto, em Copacabana (2002-2008) e gerente de Programas Referenciais da Superintendência de Saúde Coletiva. Atuou como conselheira do Coren-RJ e membro da junta interventora, participando da democratização do Coren-RJ, de 2008 a 2011. Foi eleita conselheira e membro da diretoria do Coren-RJ na gestão 2012/2014. Atualmente, é conselheira do Cofen, na gestão 2015/ 2018, e representa o conselho junto à Organização Pan-americana de Saúde – PAHO – Desenvolvimento da Enfermagem de Práticas Avançadas nos Países da América do Sul e Caribe.

1º Secretário – LAURO CESAR DE MORAIS
Bacharel em Enfermagem pela Universidade Estadual do Piauí, onde se destacou como líder do movimento estudantil na luta pela estruturação e reconhecimento do curso pelo MEC. Na universidade, presidiu o Centro Acadêmico e ocupou o cargo de secretário-geral do Diretório Central dos Estudantes – DCE, retornando mais tarde como professor substituto por três anos. Pós-graduado em Estratégia de Saúde da Família pela Universidade Federal do Piauí – UFPI. Possui experiência em assistência de Enfermagem hospitalar e em saúde pública. Foi vereador da cidade de Floriano/PI por três mandatos, conselheiro-tesoureiro do Coren-PI na gestão 2012/2014, e conselheiro-presidente na gestão 2015/2017, marcada pelo fortalecimento da Enfermagem piauiense. É professor assistente da UFPI – Campus Amílcar Ferreira Sobral, ministrando as disciplinas de Ética e Bioética para Enfermagem, Semiologia e Semiotécnica para Enfermagem e Assistência de Enfermagem em Saúde da Mulher.

2º Secretário – ANTÔNIO MARCOS FREIRE GOMES
Natural de Santarém/PA, possui graduação em Enfermagem e Obstetrícia pela Escola de Enfermagem “Magalhães Barata“- EEMB, da antiga Faculdade Estadual do Pará, hoje Universidade do Estado do Pará – UEPA. Em 1992, por meio de concurso público, tornou-se professor da UEPA. Especialista em Enfermagem do Trabalho, em 2002 qualificou projeto de mestrado. Diplomou-se em direito pela Universidade da Amazônia – Unama, em 2000, ano em que ingressou na Ordem dos Advogados. Iniciou sua vida política no movimento estudantil quando ocupou cargo no Centro Acadêmico João XXIII, da EEMB/UEPA. Atuou como estagiário e fiscal do departamento de fiscalização do Coren-PA, sendo eleito presidente da autarquia em 2002. Exerceu o cargo por dois mandatos. Conquistou pelo regional, de forma inédita, assento no Conselho Estadual de Saúde. Em 2009, foi eleito 1º tesoureiro do Cofen e reconduzido ao cargo na eleição seguinte, concluindo seu mandato como vice-presidente. Neste período ajudou a implantar a democratização no Sistema Cofen/Conselhos Regionais, e participou da criação do Fórum Nacional de Enfermagem. Nos anos de 2015, 2016 e 2017, presidiu os Conselhos Regionais do Tocantins e do Amapá, respectivamente, por designação do Plenário do Cofen.

1º Tesoureiro – GILNEY GUERRA DE MEDEIROS
Natural de Alcobaça/BA, é graduado em Enfermagem (2005), especialista em Enfermagem em Terapia Intensiva (2008) e em Auditoria e Gestão em Saúde (2010). Ingressou em 2017 no Mestrado de Engenharia Biomédica pela Universidade de Brasília, campus Gama – FGA. Atuou como enfermeiro auditor na Confederação das Cooperativas Médicas do Centro-Oeste e Tocantins, gerenciou o serviço de Enfermagem do Centro Integrado de Atenção à Saúde em Valparaíso de Goiás. É servidor público da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal – SES/DF e docente das Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central, Faculdade de Ciência e Educação Sena Aires e Rede Jk. Entre os prêmios e títulos honoríficos relevantes, recebeu em 2014 e 2017, da Câmara Legislativa do Distrito Federal, duas Moções de Louvor pelos relevantes serviços prestados à população do Distrito Federal e, em 2011, o título de Cidadão Honorário de Valparaíso de Goiás. Cumpriu a função de conselheiro regional do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal Gestão 2012/2014. Na gestão seguinte, 2015/2017, foi eleito para o cargo de presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal.

2º Tesoureiro – ANTÔNIO JOSÉ COUTINHO DE JESUS
Enfermeiro, graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo em 1992. Especialista em Administração Hospitalar pela Faculdade São Camilo/SP; especialista em Home Care pela Universidade Federal Fluminense; especialista em Administração dos Serviços de Saúde pela Universidade Ribeirão Preto e em Didática para Ensino Enfermagem pela FIOCRUZ. Foi Presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo nas gestões 1999/2002, 2002/2005 e 2012/2014. Conselheiro Federal do Cofen no cargo de Segundo Tesoureiro na gestão de 2006/2009, 2009/2012 e 2015/2018. Atuou como Enfermeiro Assistencial no Hospital São Lucas em Vitória, no período de 1994 a 2000, e no Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Vitória, no período de 1993 a 1995. Foi sócio-diretor e professor do Curso Técnico de Enfermagem da Escola Técnica de Saúde do Espírito Santo, no período de 1996 a 2009. Foi diretor do Sindsaúde na gestão 1994/1997. Atualmente, é Presidente do Núcleo Sindical do PSDB/ES e servidor público estadual de carreira da Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Espírito Santo, no Núcleo Estadual de Vigilância Epidemiológica.

 

Fonte: Ascom - Cofen