25/06/2019

Fórum de políticas do ICN discute situação global da Enfermagem

Campanha "Nursing Now" e Relatório mundial de Enfermagem são destaque no primeiro dia do evento 

A vice-presidente do Cofen, Nádia Ramalho, representou a autarquia no congresso

O Relatório Mundial de Enfermagem, a atenção universal a saúde, a força de trabalho em Enfermagem e a campanha Nursing Now foram temas de debate do primeiro dia da reunião do Conselho de Representantes Nacionais de Enfermagem (CRN), que acontece em Singapura, na Ásia, de 25 a 27 de junho, no Centro de Convenções do Marina Bay Sands. O CRN é órgão de decisão do Conselho Internacional de Enfermeiros (ICN) e reúne mais de 130 países.

O relatório sobre a situação da Enfermagem no Mundo, que está sendo elaborado pela OMS em parceria com o ICN e países membros, foi apresentado pelo diretor executivo do ICN, Howard Catton. Segundo Catton, o documento demonstrará  como a equipe de Enfermagem pode contribuir para a obtenção da cobertura universal de saúde e dos objetivos de desenvolvimento sustentável, identificando áreas para formulação de políticas nos próximos cinco anos. O relatório vai oferecer uma descrição técnica da força de trabalho da Enfermagem no mundo e será lançado durante a Assembléia Mundial de Saúde, em 2020.

Campanha Global Nursing Now também foi destaque no primeiro dia do CRN

A Campanha Global Nursing Now também foi destaque no primeiro dia do CRN. Durante apresentação, a diretora executiva da campanha, Barbara Stilwell, disse que os programas de liderança em Enfermagem precisam ser desenvolvidos para garantir que o mundo tenha enfermeiros “aptos a liderar”. A campanha fortalece a imagem da Enfermagem em todo o mundo. “Atualmente, existem 192 grupos ativos da Nursing Now em mais de 80 países”, pontuou.

Para a vice-presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Nádia Ramalho, representante da autarquia no ICN, a articulação internacional é fundamental para buscarmos alternativas aos desafios da saúde e avançar nas conquistas da profissão. “A reunião do CRN possibilita um acesso privilegiado às informações, tendências e debates que impactam diretamente na prática da Enfermagem no mundo”, avalia.

Congresso ICN – Organizado pela Associação de Enfermeiros de Singapura, o Congresso do ICN reunirá, de 27 de junho a 1 de julho, mais de cinco mil Enfermeiros de 120 países e explorará as muitas maneiras que os profissionais de Enfermagem trabalham para possibilitar o acesso universal à saúde, não apenas fornecendo cuidados de saúde, mas também abordando os determinantes sociais da saúde, como educação, igualdade de gênero e nível de pobreza.

Durante a reunião do CRN, a presidente do ICN, Annette Kennedy, falou sobre o tema do congresso “Beyond Healthcare to Health”, que propõe uma superação do paradigma de assistência, com foco na Saúde integral. Para Kennedy, isto nunca será alcançado sem investimentos na Enfermagem, sem que os enfermeiros estejam envolvidos em políticas de saúde em todos os níveis. Kennedy anunciou, ainda, a presença da presidente da República de Cingapura, Halimah Yacob, na cerimônia de abertura, no dia 27.

“Além de oferecer oportunidades para os enfermeiros construírem redes e divulgarem as melhores práticas em Enfermagem e conhecimentos relacionados à saúde, este congresso também marcará o aniversário de 120 anos do ICN, com uma exposição”, disse Annette Kennedy.

Entre os principais palestrantes e especialistas está Elizabeth Iro, diretora chefe de Enfermagem da OMS, e o enfermeiro Chien Earn Lee, CEO do Hospital Geral Changi em Singapura. Chien falará sobre o modelo adotado em Singapura na Atenção Primária à Saúde e do hospital público de ensino que possui mais de mil leitos.

International Achievement Award – O Prêmio de Realização Internacional do ICN/2019 e da Fundação Florence Nightingale (FNIF), oferecido bienalmente a enfermeiros com pelo menos 10 anos de experiências e atuação nas áreas de cuidados diretos, educação, gestão ou pesquisa e que tenham alcançado um impacto significativo internacionalmente, será concedido à enfermeira Joyce J. Fitzpatrick, pela contribuição no avanço da educação em Enfermagem por meio de pesquisa, modelos conceituais inovadores e desenvolvimento de teorias.

“Estou muito honrada com a decisão do Conselho de Administração da Fundação Florence Nightingale International”, disse Joyce Fitzpatrick. “Estou em dívida com meus colegas da Enfermagem em todo o mundo, que me ensinaram sobre a experiência humana e o importante trabalho que os enfermeiros fazem para tornar o mundo melhor para aqueles que estão sob nossos cuidados”. Joyce receberá o prêmio no dia 30, durante o Congresso do ICN.

Fonte: Ascom - Cofen