15/07/2020

Hospitais de referência para covid-19 recebem certificação do Cofen

HMCamp Anhembi (Gestão IABAS) e Hospital da Brasilândia, em São Paulo, foram acreditados nesta quarta (15) pelo Conselho Federal de Enfermagem

Selo é um reconhecimento à qualidade dos serviços de Enfermagem (Foto: José de Holanda/Cofen)

Em cerimônia reduzida no HMCamp Anhembi nesta quarta (15), representantes da Organização Social de Saúde IABAS e da Secretaria Municipal da Saúde receberam o Selo de Qualidade do Conselho Federal de Enfermagem – Cofen, em reconhecimento à excelência da assistência prestada aos pacientes do Hospital Municipal da Brasilândia e do pavilhão do HMCamp Anhembi, ambos sob gestão do IABAS. A cerimônia contou com a presença do chefe do departamento de gestão do exercício profissional do Cofen, Walkírio Almeida, que coordena o Programa Nacional de Qualidade (PNQ – Cofen) e do coordenador da Comissão Nacional de Urgência e Emergência do Cofen, Eduardo Fernando.

“O Programa Nacional de Qualidade busca reconhecer e valorizar as boas práticas no exercício profissional promovido por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem por meio de indicadores de Gestão de Qualidade, Gestão de Risco e Gestão de Segurança do Paciente”, explica Walkírio.

De acordo com a Tânia Ortega, enfermeira avaliadora líder do processo de avaliação das duas instituções, os indicadores assistências observados nos hospitais acreditados se destacam diante de outras unidades de saúde do país. “A atuação desses hospitais prova que a saúde pública pode ser de excelência”, ressalta Tânia ao mencionar que, a partir do reconhecimento do Cofen, os Hospitais da Brasilândia e HMCamp (Gestão IABAS) passam a ser referência para as demais unidades de saúde do país.

Respeitando as diretrizes de distanciamento social, cerimônia foi o reconhecimento da qualidade dos serviços de Enfermagem prestados em meio à pandemia de covid-19 (Foto: José de Holanda/Cofen)

A enfermeira e Gerente de Projetos do IABAS, Elizabete Mitsue, destaca que o trabalho em equipe foi o diferencial para essa conquista. “Desde o princípio nossos processos foram definidos de forma estratégica devido a magnitude da pandemia. Nos pautamos na qualidade técnica, resolutividade do atendimento e segurança do paciente”, reforça Elizabete.

Hospitais 100% Covid-19 – Os Hospitais da Brasilândia e HMCamp Anhembi são unidades “portas fechadas” que recebem pacientes com diagnóstico clínico de Covid-19. Ambos foram inaugurados pela Secretaria Municipal de Saúde para o enfrentamento à pandemia.

Para Elizabete Mitsue, a avaliação para o Selo de Qualidade do Cofen, em meio ao cenário atual atípico, foi ainda mais desafiador. “Receber o reconhecimento de um órgão com tamanha credibilidade como o Cofen é motivo de orgulho para todos os profissionais dos Hospitais, independente da área em que atuam. Juntos qualificamos processos e reverberamos em qualidade e segurança na assistência do paciente, com a velocidade que o contexto exigia”, completa.

Diferencias como o uso de tecnologia em apoio à tomada de decisão na assistência e a maturidade e integração das equipes, aliados à preocupação com a humanização do atendimento foram destacados pelo Cofen no relatório final de avaliação. “Em meio a um cenário de pandemia, com tamanhos desafios, a gestão dos hospitais conseguiu viabilizar ações em prol do bem-estar do paciente”, pontua a avaliadora líder do Cofen, Tânia Ortega.

Fonte: IABAS e Cofen