26/08/2021

Humanização e direitos da gravidez ao pós-parto são tema de vídeos

Projeto visa informar mulheres e familiares sobre gestação segura através de vídeos em animação

Primeiro episódio da série já está disponível no youtube

Após conclusão da pesquisa internacional “Abordagem da violência obstétrica no Brasil: Perspectivas multi-setoriais, empoderamento e cuidado no contexto da Programa de Humanização do Parto e Nascimento no Brasil” (PHPN), pesquisadores da Ryerson University, no Canadá, estão lançando uma série de vídeos com o intuito de informar mulheres e familiares sobre gestação, parto e pós-parto seguros.

O primeiro vídeo abre a série falando sobre participação, liberdade e direitos, ressaltando a importância de que as escolhas da mulher sejam respeitadas pelos profissionais de saúde, como elas devem ser ouvidas e possam decidir sobre o próprio corpo. A série destaca como o diálogo constante com a equipe de saúde ajuda a conhecer e esclarecer o que são os direitos garantidos pelo Programa Nacional de Humanização do Pré-natal, Parto e Nascimento.

“A temática dos vídeos gera uma reflexão muito necessária para as mães e familiares. Diferenciar a dor natural de uma violência, por exemplo, faz parte de um processo de autoconhecimento e clareza de direitos”, destaca o coordenador da Comissão Nacional de Saúde da Mulher do Cofen, Herdy Alves.

O projeto conta com a subvenção do programa canadense Mitacs Globalink Research Award e colaboração científica com docentes enfermeiros das instituições UNIR, UFAM, UnB, UFPB, UFRJ, UFF, UFJF e UFMG, a participação de pesquisadores afiliados a OPAS-Brasil e a Marinha do Brasil, e com apoio do Sindicato dos Agentes Comunitários do Estado do Rio de Janeiro (SINACS-RJ). Uma equipe composta por enfermeiros especialistas em Enfermagem Obstétrica (UNIR e UNB), Saúde Comunitária (UnB) e Letramento em saúde (Ryerson) trabalhou com foco na criação de um roteiro que transmitisse de forma simples e descontraída, as informações sobre os direitos previstos no PHPN.

Nomear a violência obstétrica, descrevê-la e narrá-la é uma tarefa desafiadora no Brasil. A perspectiva da humanização do parto e nascimento e direitos na gravidez vem se fortalecendo, a partir da formação de enfermeiros generalistas e especialistas nesse campo.

Confira o primeiro vídeo da série e acompanhe os lançamentos futuros no canal do youtube.

Fonte: Ascom - Cofen