19/03/2018

Mestrado do Sistema Cofen/Conselhos Regionais realiza aula inaugural

Direção da FACE/UnB parabenizou o Cofen pelo investimento na formação de seu quadro funcional, a despeito crise.

Mestrado acontece em parceria com a FACE/UnB

A primeira turma do mestrado institucional do Sistema Cofen/Conselhos Regionais participou, nesta segunda-feira (19/3), de aula inaugural na Universidade de Brasília (UnB).  Composta por funcionários públicos efetivos dos conselhos de Enfermagem, a turma foi recepcionada pelo diretor da Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Gestão de Políticas Públicas (FACE/UNB),  por professores e pelo conselheiro federal Leocarlos Cartaxo, representando o presidente do Cofen, Manoel Neri.

A mesa destacou a importância da parceria entre a universidade e entidades profissionais e parabenizou o Cofen pelo investimento na formação de seu quadro funcional, a despeito crise. “O mestrado profissional tira a universidade do isolamento e nos coloca em contato com quem faz as coisas acontecerem. Acreditamos na qualidade do nosso trabalho e esperamos fazer valer a confiança depositada pelo Cofen”, afirmou o professor Roberto Ellery Jr., que proferiu palestra “Desafios para Economia Brasileira”.

“Conhecimento é fundamental para que a inovação aconteça”, afirmou o conselheiro Leocarlos Cartaxo

“Conhecimento é fundamental para que a inovação aconteça”, afirmou o conselheiro Leocarlos Cartaxo, que ressaltou a relação entre a formação e a atuação profissional de cada um. Professor da UFMT e coordenador científico do Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, Leocarlos agradeceu ao empenho da FACE/UnB na construção do curso e destacou a qualidade da instituição, pioneira em programas de mestrado profissional.

A parceria firmada entre Cofen e UnB visa a capacitação de 100 empregados públicos do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem até 2020. Oferecido em parceria com a FACE/UnB , o mestrado busca garantir maior eficiência e economicidade ao Sistema Cofen/Conselhos Regionais. “Nosso objetivo é assegurar que se tenha um corpo de profissionais permanentes qualificados, quesito fundamental para garantir uma gestão eficiente dos conselhos de Enfermagem, em consonância com os normativos que regem a administração pública”, explica o presidente do Cofen, Manoel Neri.

Fonte: Ascom - Cofen