23/03/2020

Município se retrata para Coren-SP após restringir uso de EPIs

Executivo assumiu o erro e se comprometeu a realizar uma compra de EPIs para suprir as demandas da pandemia

A Prefeitura do município de Barueri se retratou após o Pronto Atendimento Vanderson Cesar de Almeida ter emitido a circular nº 10/2020, assinado pela coordenadora da instituição, restringindo o uso da máscara N95 apenas aos médicos. A fiscalização do Coren-SP se dirigiu até a Secretaria Municipal de Saúde, solicitando esclarecimentos sobre essa manifestação (documento ao lado).

Na ocasião, o Gerente Executivo da área de Fiscalização, Vagner Urias, esteve com a Diretora Técnica de Enfermagem, Fernanda Lucas Munhoz, e com a Assessora do Gabinete, Sandra Lisboa. Ele exigiu a retratação do órgão e reiterou a necessidade de garantia de Equipamentos de Proteção Individual específicos para atendimento de casos suspeitos e confirmados de Covid-19, para todos os profissionais de enfermagem que estão atuando nesta área da assistência.

As representantes do Executivo assumiram que o comunicado foi um erro e uma ação isolada e garantiram que não tem validade, apresentando um nova circular, que contempla a enfermagem (documento ao lado). Elas ainda se comprometeram a realizar uma compra de EPIs para suprir as demandas que a pandemia exigirá.

EPIs para atendimento aos casos de Covid-19 – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou neste sábado (21/3), a Nota Técnica nº 4/2020 – Orientações para os serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2).

A publicação contém orientações para os serviços de saúde quanto às medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), segundo as evidências disponíveis, até o dia 20.03.2020. Entre os temas abordados, estão o uso correto de EPIs nos variados tipos de atendimento entre outros.

Uma informação bastante relevante presente na nota é o esclarecimento sobre quem deve usar a máscara cirúrgica:

A Anvisa ainda faz um alerta de que esse tipo de máscara jamais pode ser reutilizado, lavado ou desinfectado e, também, que quando estiver úmida perde a capacidade de filtração.

Outra dúvida recorrente dos profissionais de enfermagem é sobre o uso da máscara N95: