06/04/2020

OAB-SE e Cofen realizam fiscalização em UPA Fernando Franco

Foi encaminhado um relatório de constatação e pedido de providências ao Ministério Público Estadual

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Sergipe (OAB-SE), através da sua Comissão de Direitos Humanos, realizou visita com o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) na Unidade de Pronto Atendimento Fernando Franco, após receber denúncias de irregularidades na prestação do serviços em atendimento a pacientes com sintomas de coronavírus (COVID-19).

Participaram da fiscalização a representante do Cofen Irene Ferreira, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Sergipe Robson Barros e os membros do Núcleo de saúde, Rodrigo e Welma.

Foi constatada situação preocupante na Unidade de Pronto Atendimento Fernando Franco envolvendo profissionais da Saúde em atendimento aos pacientes com sintomas sugestivos de coronavírus.

Segundo Robson, os profissionais de Saúde relataram restrição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) necessários para o atendimento de pacientes com sintomas de COVID 19. “O momento é de união de forças na prevenção e contenção do vírus”, disse Robson.

De acordo com Irene Ferreira, além da restrição ao acesso de EPIs ser uma realidade, também há sérios problemas no fluxo de atendimento e não há definição clara em todos os membros das equipes dos procedimentos operacionais padrão e sobre o que deve ser feito em cada situação. Os profissionais também relataram que não há treinamento das equipes para lidar com a COVID-19.

A OAB-SE encaminhou nesta segunda-feira (06/04), relatório de constatação e pedido de providências ao Ministério Público Estadual e ao município de Aracaju. A Ordem também vai acompanhar o desenrolar dos fatos e a implementação das medidas saneadoras.

Fonte: OAB-SE