29/07/2022

Presidente do Cofen é homenageada por luta pela valorização da Enfermagem

Betânia Santos foi premiada na categoria “Representatividade”. Reconhecimento traduz a atuação à frente da autarquia em um momento de conquistas para a profissão

Para presidente, premiação reflete o desempenho de destaque do Cofen

A presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Santos, foi homenageada na noite desta quinta-feira (28/7), em São Paulo, durante a premiação “100 Mais Influentes da Saúde”, organizada pelo Grupo Mídia em parceria com a revista HealthCare Management. O prêmio, na categoria “Representatividade”, traduz a atuação à frente da autarquia, em um momento de conquistas políticas pela profissão e de criação de projetos de valorização de enfermeiros, técnicos e auxiliares.

“É uma grande alegria receber esta premiação, especialmente no instante em que a Enfermagem está tão próxima de alcançar o seu Piso Salarial. Este reconhecimento reflete o desempenho de destaque do Cofen. Não temos medido esforços para produzir programas que beneficiem toda a categoria. Nosso trabalho também se estende à luta por uma Enfermagem mais digna e justa, por meio de um extenso processo de articulação com as lideranças políticas do Congresso Nacional e da Presidência da República. Seguiremos em busca não apenas de uma remuneração justa, mas também da jornada de trabalho regulamentada, da defesa da formação presencial, do descanso digno e de tantas outras pautas urgentes”, declarou Betânia Santos.

O Cofen tem atuado pela visibilidade e qualificação da Enfermagem, dedicando-se ao desenvolvimento de iniciativas inovadoras

O Cofen tem atuado pela visibilidade e qualificação da Enfermagem, dedicando-se ao desenvolvimento de iniciativas inovadoras. Entre os destaques, estão a expansão dos cursos de mestrado profissional Cofen-CAPES, o CofenPlay, a criação do programa de especialização pós-formação técnica – Pós Tec Enfermagem, que será ofertado em breve, totalmente gratuitos aos profissionais do nível médio, e a atuação na pandemia da covid-19.

Aliado a estes avanços, a Enfermagem tem vivenciado importantes conquistas na esfera legislativa, com a aprovação no senado e na Câmara dos Deputados do Projeto de Lei 2564/20, e com a recente promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 11/22, que assegura a legalidade do Piso Salarial. O próximo passo é a sanção do PL, que deve ser sancionado ou vetado pelo presidente Jair Bolsonaro até o dia 4/8.

Ministro Marcelo Queiroga foi um dos homenageados da noite

A solenidade, também conhecida como o Oscar da Saúde, foi criada em 2013. Neste ano, ocorreu em formato híbrido e contou com transmissão em tempo real pela internet. “Competência, superação e resiliência são algumas das características que definem o setor da saúde no Brasil. Reconhecemos hoje o conhecimento, a inovação e as boas práticas de cada um dos homenageados, que foram capazes de impactar e inspirar positivamente a área”, ressaltou Edmilson Caparell, presidente do Grupo Mídia.

Marcelo Queiroga, ministro da saúde, também foi um dos homenageados da noite. Em seu discurso, defendeu o Sistema Único de Saúde. “O SUS é a maior ferramenta de justiça social deste país, pois garante que nossos cidadãos possam ter acesso à saúde, um direito fundamental, de forma integral e gratuita. Foi este mesmo sistema que nos permitiu superar a maior emergência sanitária dos últimos tempos com a pandemia do novo coronavírus”, afirmou.

 

 

Fonte: Ascom - Cofen