21/10/2020

UFPR e Cofen iniciam primeiro Mestrado Profissional em Enfermagem de Rondônia

Programa, oferecido pela UFPR na modalidade fora de sede, é fruto da parceria Cofen/Capes

Presidente do Cofen, Manoel Neri, proferiu aula inaugural sobre “Práticas Avançadas de Enfermagem: desafios para a tecnologia e humanização”

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) realizaram, nesta quarta-feira (21/10), no auditório do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO), aula inaugural da primeira turma de Mestrado Profissional em Enfermagem no estado. Com foco na Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), o mestrado na modalidade fora de sede foi uma inovação do edital 2 do convênio Cofen/Capes, que garantiu vagas em regiões prioritárias, como a Amazônia Legal.

“Esse é um dia histórico para a Enfermagem de Rondônia. O mestrado profissional vai ajudar muito no desenvolvimento e no progresso da Enfermagem no estado”, destacou o presidente do Cofen, Manoel Neri, que proferiu aula inaugural sobre “Práticas Avançadas de Enfermagem: desafios para a tecnologia e humanização”.

Participaram da abertura a coordenadora do Programa Prática do Cuidado em Saúde da UFPR, Letícia Pontes, a líder do Grupo de Pesquisa em Tecnologia e Inovação em Saúde da UFPR, Mitzy Reichembach, e a presidente do Coren-RO, Silvia Piedade.

Tendo como foco a Sistematização da Assistência em Enfermagem (SAE), a turma conta com dez profissionais enfermeiros que atuam em instituições públicas e privadas que prestam serviços ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Essa é uma oportunidade que não tínhamos aqui no estado. Foi uma iniciativa muito feliz do Cofen, ter feito parceria com a UFPR, por proporcionar essa oportunidade de crescimento profissional e fortalecimento da Enfermagem em Rondônia”, destacou a enfermeira Bruna Medeiros, que foi aprovada no programa.

Convênio Cofen/Capes – O maior programa de apoio ao mestrado profissional do Brasil é uma parceria do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e da Capes/MEC (Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior – Capes), que visa a formação de 500 profissionais em cinco anos. Os mestres egressos das primeiras turmas já estão implementando e publicando resultados de seus trabalhos, com impacto em sua atuação profissional.

A abertura de vagas, 100% financiadas pelo Cofen, garante a formação gratuita dos profissionais e visa a melhoria da assistência no Sistema Único de Saúde (SUS). Voltado para enfermeiros com vínculo empregatício na rede de Saúde Municipal, Estadual, Federal e nas Instituições Privadas e Filantrópicas que prestem serviços ao SUS o programa tem foco na Sistematização da Assistência de Enfermagem, na Implementação do Processo de Enfermagem, além da Gestão em Enfermagem, nova área contemplada no edital 2.

Fonte: Ascom - Cofen