12/05/2020

Brasil tem 108 enfermeiros mortos e mais de 4,1 mil contaminados pelo coronavírus

A gravidade da situação de risco em que vivem esses profissionais que estão na linha de frente do combate à Covid-19 no país é clara na comparação com alguns países.

Esta terça-feira (12) é o Dia Internacional do Enfermeiro. É uma das categorias profissionais que atuam heroicamente nessa pandemia e das que mais se arriscam.

No Brasil, entre os enfermeiros, as mortes oficialmente confirmadas e as suspeitas somam 108, segundo o Conselho Federal de Enfermagem; 4.128 foram contaminados pelo novo coronavírus.

São Paulo é o estado com o maior número de casos. A gravidade da situação é clara na comparação com alguns países europeus. Lá, os números são referentes apenas a enfermeiros: 108.

A Espanha perdeu 42 profissionais de saúde entre enfermeiros e médicos. Na Itália, houve 79 mortes; também de médicos e enfermeiros, somados.

Os números do Brasil são piores até mesmo do que os dos Estados Unidos, o epicentro da doença. Lá, 27 enfermeiros e médicos morreram.

Assista reportagem do Jornal Nacional

Fonte: Globo