23/10/2019

Cofen apresenta novo modelo de fiscalização aos Conselhos Regionais

Coordenadores do Sistema Cofen/Conselhos Regionais se reuniram nesta quarta-feira (23), na sede do Cofen

Encontro ocorreu nesta quarta-feira (23), na sede do Cofen

Coordenadores do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de todo o Brasil estão reunidos de 23 a 25/10 para a terceira reunião de 2019, no auditório do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), em Brasília. O principal propósito do encontro, que é organizado pelo Departamento de Gestão do Exercício Profissional (DGEP)/Divisão de Fiscalização do Exercício Profissional (DFEP), com apoio da Câmara Técnica de Fiscalização (CTFIS) do Cofen, é apresentar a nova política de fiscalização. O objetivo é de que o encontro colabore para um alinhamento de novas diretrizes, de forma que as atividades sejam uniformizadas.

A Resolução Cofen 617/2019, publicada nesta segunda-feira (21), atualiza o Manual de Fiscalização do Sistema Cofen/Conselhos Regionais de Enfermagem, a fim de refletir as políticas da nova gestão, bem como englobar novas estratégias de fiscalização identificadas como necessárias para contemplação das demandas observadas por fiscais na realidade de suas atuações. A revisão buscou acompanhar a evolução da Enfermagem e contou com ajuda dos resultados da consulta pública realizada nos meses de julho e agosto com os Regionais.

Cerca de 50 pessoas participam da reunião

A programação da quinta-feira (24) segue com a apresentação do diagnóstico de fiscalização do 1º semestre de 2019 e com a análise dos relatórios trimestrais enviados pelos Conselhos Regionais. A ideia é apresentar os principais pontos e, em caso de divergências, alinhar com o Coren uma forma de correção. “Esses documentos são essenciais, pois funcionam como instrumentos de acompanhamento do Cofen junto à fiscalização regional, afirmou Walkirio Almeida, chefe do DGEP/Cofen.

Já no último dia de reunião, a CTFIS irá construir o planejamento anual para 2020. O evento conta com a participação de cerca de 50 pessoas, entre coordenadores de fiscalização, enfermeiros fiscais, conselheiros federais e presidentes de regionais.

Fonte: Ascom - Cofen