11/05/2020

Coren-RO garante, na Justiça, proteção a profissionais em grupos de risco

Decisões liminares amparam servidores públicos de 34 municípios
Vitórias do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO) garantiram proteção a profissionais idosos ou integrantes de grupos de risco, que devem ser afastados de funções que exijam contato direto com casos suspeitos ou confirmados com Covid -19.  Os pedidos de tutela de urgência formulados pelo Coren-RO nas seções da Justiça Federal em Ji-Paraná e Vilhena tiveram decisões favoráveis nesta manhã (11/5).  As decisões amparam servidores públicos de 34 municípios.

“É inaceitável que profissionais em grupos de risco sejam mantidos na linha de frente do combate ao novo coronavírus, ignorando diretrizes do próprio Ministério da Saúde. É uma vitória tem o potencial de preservar a vida de milhares de enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem, que podem continuar auxiliando nesta luta contra a pandemia, mas em funções seguras, compatíveis com suas condições de Saúde”, comemora a presidente do Coren-RO, Silvia Neri.

“Esperamos obter um resultado favorável também nos municípios abrangidos pela Justiça Federal de Porto Velho”, afirma a presidente do Coren-RO, Silvia Neri, que informa estar adotando também medidas legais com relação a profissionais lotados em unidades privadas de saúde.

O Cofen conquistou, na Justiça, o direito a afastamento de integrantes de grupo de risco, nos hospitais e institutos federais administrados pela União. O Brasil já registra mais 13 mil afastamentos de profissionais de Enfermagem e 98 mortes associadas à doença.

Confira a lista dos 34 municípios.

Fonte: Ascom Cofen e Coren-RO