25/02/2022

“Emergência total ao piso da Enfermagem”: Padilha afirma ter apoio para votação urgente

Deputado diz já ter sido entregue ao presidente da Câmara as assinaturas necessárias

O deputado Alexandre Padilha (PT/SP) disse nesta sexta-feira (25) já terem sido entregues ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas/AL), as assinaturas para requerimento de votação urgente do PL 2564/2020, que cria o piso o Piso Salarial Nacional da Enfermagem. De acordo com o parlamentar, que é relator de um Grupo de Trabalho (GT) que estudou seus impactos financeiros, todas as formalidades foram cumpridas para que a pauta vá ao plenário da Casa.
O PL estabelece piso de R$ 4.750 para enfermeiros e valores proporcionais de 70% do valor para técnicos e 50% auxiliares e parteiras e o regime de urgência foi desejo manifestado por diversos parlamentares que integram o GT. Nesta semana foram concluídos os trabalhos do GT que estudava o impacto financeiro e orçamentário do piso. O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) se manteve presente em apoio a esta justa causa desde sua aprovação histórica no Senado Federal, no ano passado.
“Emergência total ao piso da Enfermagem! Os dados que mostram a necessidade do piso já foram aprovados. Os números do impacto financeiro, que existiam muitas divergências também já foram aprovados, retirada qualquer dúvida, através do relatório que fiz e aprovamos. As assinaturas necessárias já foram entregues ao presidente da Câmara. Agora o requerimento precisa ser pautado. Precisamos votar já!”, declarou Padilha ao portal do Cofen.
Na avaliação da presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Santos, deve-se pressionar cada deputado e acompanhar a trajetória do PL com o sentimento de justiça e esperança. “O texto atual é fruto de muita conversa e de um pacto, e já leva em consideração as limitações orçamentárias. É hora de mobilizarmos nossos deputados, em cada estado, em defesa da Enfermagem e da Saúde”, disse.

Fonte: Ascom - Cofen