30/03/2020

Enfermeiras voluntárias esclarecem dúvidas de gestantes na pandemia

"Fale com a Parteira" orienta mulheres para reduzir idas desnecessárias a hospitais durante a pandemia de COVID-19

Gestação é uma fase de muitas expectativas e incertezas para a maioria das mulheres. A pandemia de COVID-19 — com cancelamento, inclusive, de muitas consultas de rotina–, multiplicou as dúvidas e angústias de grávidas e recém mães. Buscando evitar idas desnecessárias a hospitais e dar mais segurança ao binômio mãe-bebê, um grupo voluntário de enfermeiras obstétricas de Recife passou a responder dúvidas por whastapp.

“Começamos no dia 22, em caráter emergencial. O que oferecemos, neste momento, não é uma consulta a distância, mas um esclarecimento sobre quando buscar atendimento, evitando expor grávidas a riscos desnecessários. Com base em diretrizes internacionais, ajudamos a identificar sinais de gravidade tanto para COVID-19 quanto os obstétricos”, conta a enfermeira obstétrica Tatianne Frank, uma das criadoras do “Fale com a Parteira”.

“Já somos 38 enfermeiras obstétricas e cinco acadêmicas de Enfermagem”. Há perspectiva de oferecer, no futuro, teleconsultas de Enfermagem obstétrica, normatizadas pela Resolução Cofen 634/2020 durante a pandemia. Em diversos municípios brasileiros, as consultas pré-natais de rotina estão suspensas.

Regionalização – Todas as voluntárias atuam na cidade onde oferecem atendimentos. “Isto é importante, por conta da regionalização. Precisamos conhecer a rede de assistência para encaminhar corretamente as situações”, explica a Tatianne. Em uma semana, o “Fale Com a Parteira” atendeu mais de 550 mulheres.

A iniciativa recebeu a chancela da Comissão Nacional de Saúde da Mulher do Cofen. “É, sem dúvidas, uma boa prática, que pode trazer mais segurança durante a pandemia”, afirma o coordenador da comissão, Herdy Alves. O projeto, replicável, já conta com iniciativas similares em Salvador e João Pessoa.

Veja o passo a passo do atendimento

Fonte: Ascom - Cofen