14/11/2019

Enfermagem na era digital é tema de debate com influenciadores digitais

Empreendedorismo na Enfermagem também foi debatido na mesa-redonda

Mesa-redonda abordou marketing digital e empreendedorismo na Enfermagem

As redes sociais são usadas para os mais diversos tipos de conteúdo e exige reinvenção todos os dias. Na Enfermagem, a ferramenta é usada para aumentar a visibilidade midiática e mostrar a profissão com outros olhos. “Enfermagem na era digital: marketing em saúde e empoderamento da profissão nas redes sociais” foi tema de mesa-redonda na manhã desta quinta-feira (14), no último dia do 22º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF).

O enfermeiro Raphael Marinho passa seus conhecimentos de Enfermagem através das redes sociais há 3 anos. Para ele, o propósito disso é compartilhar experiências com os profissionais. “Nós sabemos que nossa profissão tem um reduzido reconhecimento social, temos uma visibilidade midiática muito baixa. Você raramente vê algum enfermeiro falando de cuidado e tratamento de feridas, por exemplo, na televisão”, disse o enfermeiro.

Raphael reforçou que a sociedade tem um desconhecimento sobre o papel do enfermeiro e as mídias favorecem que esse profissional seja mais divulgado. “Com as redes sociais, a sociedade pode ver o enfermeiro com outros olhos. Quem está nesse meio acaba se transformando em um modelo profissional”, observou.

O enfermeiro citou, ainda, a Resolução Cofen nº 554 2017 que estabelece os critérios norteadores das práticas de uso e de comportamento dos profissionais de Enfermagem, em meio de comunicação de massa, na mídia impressa, em peças publicitárias, de mobiliário urbano e nas mídias sociais.

Outro tema abordado, foi o empreendedorismo na Enfermagem. A enfermeira Gabriela Souza falou sobre a imagem que o profissional passa nas redes sócias e a disposição de idealizar seu próprio negócio.

Conhecida como empreendedora na Enfermagem, Gabriela ressaltou que é necessário adequar o digital à realidade de cada um. “Quando a gente fala de empreendedorismo em Enfermagem é um conceito muito abrangente do que as pessoas imaginam sobre somente abrir seu negócio e estar em um local físico”, observou a enfermeira.

Gabriela destacou, ainda, que os enfermeiros podem empreender na sua área de carreira e que as mídias sociais e o marketing, usado de forma adequada, só têm a agregar na profissão em todas as áreas de atuação.

Fonte: Ascom - Cofen