26/04/2022

História da Enfermagem pode ser reconhecida como especialização

Reconhecimento foi proposto pela ABEn durante reunião com presidente e vice-presidente do Cofen

A História da Enfermagem está presente nos currículos de graduação e de formação técnica da profissão

A presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Santos, e o vice-presidente, Antônio Marcos Freire, receberam, nesta terça-feira (26/4), a diretoria da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn). Na pauta do encontro, esteve a proposta por parte da ABEn de inclusão da História da Enfermagem na Resolução Cofen nº 581/2018, que define a lista de especialidades do profissional enfermeiro.

A História da Enfermagem está presente nos currículos de graduação e de formação técnica da profissão. Possui linha de pesquisa reconhecida pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (Capes/MEC) e é fomentada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq). A temática ainda é tratada em diversos programas de pós-graduação e conta com laboratórios de pesquisa registrados, certificados e em funcionamento nas cinco regiões do país. 

A presidente da ABEn, Sonia Acioli, realizou a entrega de requerimento solicitando o reconhecimento. O documento foi assinado em conjunto com a Academia Brasileira de História da Enfermagem. Representando a associação, também estiveram presentes a secretária geral, Lenilma Menezes, e a diretora do centro financeiro, Sonia Alves.

“O encontro foi bastante produtivo. O Cofen já vem discutindo a importância de mantermos viva a história da nossa profissão e entendemos como necessária a proposta da ABEn”, declarou Betânia Santos.

Fonte: Ascom - Cofen