07/11/2019

Lançamento da Nursing Now lota assembleia no Espírito Santo

Evento foi realizado em audiência pública da Frente Parlamentar de Valorização da Enfermagem

Lançamento ocorreu nesta terça-feira (5)

“Sempre alimentei o sonho de ver esse plenário cheio de auxiliares, técnicos de enfermagem e enfermeiros. E hoje esse desejo se realizou. Temos colegas ocupando até as galerias, o que é inédito. Mas podemos ir mais longe. Convido os 42 mil profissionais de enfermagem do nosso estado a dar vida e sentido à campanha Nursing Now, lembrando o nosso slogan: onde há enfermagem há vida!”.

O chamamento, emocionado, foi feito pela presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-ES), Andressa Barcellos, durante audiência pública de lançamento da campanha global no estado capixaba, na noite dessa terça-feira (5), na Assembleia Legislativa, em Vitória.

Andressa também afirmou que a atuação da Enfermagem não pode estar distanciada da legislação que institui poderes e respalda as atividades da profissão. “Entenda e aplique o que está no nosso Código de Ética, na Lei do Exercício Profissional e em outras normativas. O conhecimento é uma forma decisiva de empoderamento.”

A campanha Nursing Now (Enfermagem Agora) já foi apresentada em mais de 80 países e em diversos estados brasileiros. O principal objetivo é elevar a profissão por meio de políticas que ampliem a formação e levem ao reconhecimento da Enfermagem.

O conselheiro federal Wilton Patrício representou o Cofen no lançamento

O lançamento em Vitória reuniu quase 400 pessoas, entre profissionais e estudantes de enfermagem, autoridades, representantes de entidades de classe, instituições de ensino e de saúde.

Frente Parlamentar – A audiência pública foi a primeira ação da Frente Parlamentar de Valorização da Enfermagem, presidida pela deputada Janete de Sá, que é enfermeira de formação. Ao abrir a sessão, Janete explicou que a Frente irá trabalhar para atender às demandas dos auxiliares, técnicos e enfermeiros do Espírito Santo, afirmando que o seu atual mandato abraçou as causas da Enfermagem.

Cofen – O Conselho Federal de Enfermagem foi representado pelo conselheiro Wilton Patrício, que ressaltou a importância da campanha. “A Enfermagem tem papel fundamental para a saúde da população e contribui para melhorar os Índices de Desenvolvimento Humano (IDH), nos municípios brasileiros, mas tem o seu reconhecimento negado. Campanhas como essa podem mudar esse quadro”, disse Patrício.

Nursing Now – O lançamento oficial da campanha ficou por conta do enfermeiro e professor Ítalo Rodolfo Silva, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro da Comissão Nursing Now. Ele apresentou o conteúdo da campanha e falou sobre as metas e estratégias importantes para a valorização da Enfermagem.

A primeira meta é investir no fortalecimento da educação e desenvolvimento dos profissionais de enfermagem com foco na liderança. Outro desafio é a disseminação de práticas efetivas e inovadoras de Enfermagem com base em evidências científicas em âmbito nacional e internacional. 

ABEn-ES – A enfermeira e professora Cândida Primo, membro da Associação Brasileira de Enfermagem seção Espírito Santo disse que valorização não se conquista de uma hora para outra. “Depende de cada um de nós, mas o devido valor virá se houver reconhecimento coletivo. O que você tem feito para valorizar o seu trabalho? Está buscando novos conhecimentos para melhorar a habilidade, segurança e competência?”, desafiou.

Sindicatos – O diretor do Sindicato dos Enfermeiros do Espírito Santo, Cristiano Silva Lopes chamou a atenção para a necessidade de fortalecimento das entidades sindicais e lembrou que é preciso engajamento e mobilização dos trabalhadores para obter as conquistas no campo trabalhista, como salário, carga horária justa, e condições de trabalho.

A importância da participação efetiva nos movimentos e lutas dos trabalhadores da Enfermagem também foi destacada pela representante do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores do Estado do Espírito Santo, Magna Nery Manoeli. “Não fiquem só trocando mensagens em redes sociais. Nós precisamos da presença de vocês nas discussões e nas mobilizações em defesa dos nossos direitos. Sem luta não há vitória”, concluiu.

Diversos profissionais, estudantes de enfermagem e conselheiros do Coren-ES se posicionaram sobre a campanha, apresentaram sugestões e mostraram engajamento. Uma das propostas anunciadas foi definida em reunião do Forcenf: a criação do Observatório da Enfermagem, espaço que será dedicado às questões da profissão no Espírito Santo. Mais informações em breve.

Fonte: Ascom - Cofen