26/11/2021

Ministério da Saúde abre consulta pública sobre teste para hanseníase

A consulta pública está disponível até o dia 1º de dezembro

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (CONITEC), do Ministério da Sáude, abriu cosulta pública sobre teste rápido imunocromatográfico para determinação qualitativa de anticorpos IgM anti-Mycobacterium leprae para diagnóstico complementar de hanseníase.

A Enfermagem possui papel fundamental na detecção precoce, vital para o sucesso do tratamento. Antes conhecida como “lepra”, a doença afeta a pele e os nervos. Com o tratamento adequado, a partir da medicação e acompanhamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a hanseníase tem cura.

A consulta pública está disponível até o dia 1º de dezembro, para fazer a sua contribuição, é necessário acessar a página da consulta. Participe e ajude a aperfeiçoar proposta!

Campanha global – O Brasil ocupa o segundo lugar em prevalência da hanseníase, atrás apenas da Índia. Campanha global “Não esqueça a hanseníase” chama a atenção de governos, organizações e da população para a importância de manter as ações de controle da doença durante a pandemia. O diagnóstico de novos casos da doença no Brasil foi reduzido à metade entre 2019 e 2020, segundo dados do Boletim do Ministério da Saúde. Na avaliação do Movimento pela Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan), essa diminuição é consequência da paralisação de políticas públicas de busca ativa de casos e das dificuldades de acesso aos serviços de saúde impostas pela covid-19.

Fonte: Ascom - Cofen