06/08/2019

Oficinas que dão início ao 11º Senafis discutem registros em Enfermagem

Oficinas pré-evento, nesta segunda-feira (5), deram início ao seminário em Aracaju

Cleide Mazuela foi a palestrante da oficina

Profissionais da Enfermagem sergipana, enfermeiros fiscais e conselheiros regionais de todo o Brasil participaram na manhã desta segunda-feira (5), da oficina de Registros de Enfermagem. O evento deu início à programação do 11º Seminário de Fiscalização do Sistema Cofen/Conselhos Regionais (Senafis) que acontece até sexta-feira (9), em Aracaju/SE e possui o objetivo de discutir novas estratégias para as atividades fiscalizatórias.

Profissionais de Enfermagem participaram da oficina

Aproximadamente 150 participantes atualizaram o conhecimento acerca das legislações e normas do Cofen. Para a coordenadora da Câmara Técnica de Legislação e Normas do Cofen (CTLN/Cofen), Cleide Mazuela, os registros de Enfermagem é uma das principais atividades dos profissionais de Enfermagem e devem ser executados da forma correta. “Apesar de ser uma atividade diária, muitos profissionais esquecem de agir corretamente. Na prática, é comum encontrar prontuários sem registros o que não propicia defesa alguma para esses profissionais”, disse a coordenadora enfatizando a importância desses profissionais fazerem reflexões sobre o tema objetivando uma assistência segura e livre de riscos, para em seguida, negociar com os gestores o aspecto do dimensionamento.

No turno da tarde, os participantes assistiram uma palestra sobre Procedimentos Operacionais Padrão (POP) para Atenção Básica, ministrada por Rachel Cristine Diniz, membro da CTLN e do GT POP’S. Na oportunidade, o público presente participou de uma dinâmica, onde analisaram e propuseram alterações de modelos de POP’S.

Fonte: Coren - SE